terça-feira, 29 de abril de 2008

Tentação





- Os evangelhos afirmam que o Judeu de nome Jesus nasceu em uma Galiléia rural e tinha como missão aqui na terra salvar a raça humana do mal.

- Tendo em mente essa missão de Jesus podemos levantar algumas perguntas do tipo:

- Se ele tinha tanto poder porque ele não livrou o planeta de desastres como terremotos, tsunamis ou epidemias que destruíram povos?

- Por que Jesus não deixou algo mais palpável pra que pudéssemos argumentar com pessoas incrédulas de forma mais fácil?

- Jesus teve essa “oportunidade” no início de sua caminhada e será sobre isso que estaremos refletindo...

- Lá no deserto Jesus sofreu um teste onde estava em jogo mais que o seu caráter. Estava em jogo o futuro de toda a raça humana.

(Mateus 4: 1-2) “ A seguir foi levado para o deserto pelo Espírito, para ser tentado pelo diabo. E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome”

- Pelo fato de ter sido o Espírito de Deus que levou Jesus ao deserto mostra que Deus queria que Jesus fosse totalmente humano e que sofresse tentação.

- PRIMEIRA TENTAÇÃO

“ Se és o filho de Deus, manda que essas pedras se transformem em pão” (Mateus 4:3)

- Jesus estava faminto
- Tinha poder de transformar pedra em pão
- Tirar vantagem do seu privilégio especial
- Jesus, como homem, necessitava de comida para viver
- A questão é como obter esse alimento?
- Temos que lembrar que foi Deus que o levou ao deserto sem alimento
- O diabo aconselhou Jesus a resolver sua situação por conta própria sem esperar por Deus.

- O Plano de Deus era que Jesus enfrentasse a tentação usando somente os recursos que todos nós também poderíamos usar.
- Jesus responde: “Não só de pão vive o homem mas de toda a Palavra que procede da boca de Deus.” Mateus 4:4

- Jesus se volta para as Escrituras usando um meio que nós também podemos usar.

- O interessante de perceber é qie o diabo ataca nossas fraquezas
- Depois de 40 dias jejuando Jesus estava faminto. Daí a tentação de fazer pão de forma não autorizada.

- Muitas pessoas sentem que as necessidades pessoais as livram da responsabilidade de obedecer as Leis de Deus.

- Jesus precisava de alimento mas mais que isso precisava fazer a vontade do Pai.

- Deus sabe o que é melhor, nosso dever é obedece-lo.

- SEGUNDA TENTAÇÃO

“ Então o diabo o levou à cidade Santa, colocou-o sobre o Pináculo do Templo e lhe disse: Se és o filho de Deus, atira-te abaixo, porque está escrito: aos teus anjos ordenará a teu respeito que te guardem; e: eles te sustentarão nas suas mãos para não tropeçares nalguma pedra.” (Mateus 4: 5-6)

- Jesus se defendeu da primeira tentação usando a Palavra...
- Satanás diz algo tipo: “ Bem se tu confia tanto no sistema então testa ele...”
- E ele usa um trecho das escrituras
- Jesus confiará sem experimentar?

Jesus responde: “ também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus “ (Mateus 4:7)

- A verdadeira confiança aceita a Palavra de Deus e não necessita testá-la

- O diabo citas as escrituras...

- TERCEIRA TENTAÇÃO

“Levou-o ainda o diabo a um monte muito alto, mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles e lhe disse: tudo isso te darei se, prostado, me adorares.” (Mateus 4: 8-9)

- Que tentação!!
- O diabo instiga com a possibilidade de reinar sobre todos os reinos do mundo

- A questão aqui não era tanto a de jessu tornar-se um rei pois Deus já lhe tinha prometido isso. Mas a questão aqui era como e quando.

- Jesus sabia que seu reinado viria depois de seu sofrimento conforme Deus prometera. (Hebreus 2:9)

- O diabo oferece aqui um atalho: uma coroa sem a cruz.
- Ele poderia governar todos os reinos do mundo e entregá-los ao Pai. Mas no processo o reino se tornaria impuro.
- A questão aqui era sobre que preço Jesus se tornaria rei.
- Será que a gente pode usar um meio errado e no fim conseguir fazer o bem?

- Jesus responde: “Retira-te daqui satanás, porque está escrito: Ao Senhor te Deus adorarás e só a Ele darás culto” (Mateus 4:10)

- Nada é bom se é errado, se viola as escrituras
- Satanás paga o preço que for necessário
- Ele oferece tudo para comprar Jesus e impedir o Plano de Deus
- Se houver um preço pelo qual algum de nós desobedeceremos a Deus, podemos esperar que ele virá pagar.

- O diabo oferece o mais fácil, o atalho para se chegar ao poder e a vitória.

- Jesus recusou esse atalho. Ele ganharia os reinos pelo modo que o Pai tinha determinado. Eu creio que o ponto principal da tentação do deserto seja este:
- Vencer a tentação usando ferramentas que nós também podemos usar.

- Essa foi a lição que Ele deixou para nós.

Carlos Bezerra
www.carlosbz.blogspot.com
carloshfbezerra@hotmail.com

Um comentário:

Ditaur disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Se liga nas notícias