sexta-feira, 20 de março de 2009

Alinhando a base

video

Esse cara ai se chama Rodney Mullen, começou a andar de skate no inicio dos anos 80 quando ainda era garoto. Naquela época o skate basicamente era o skate de bowl, bacias e o Rodney começou a andar no solo praticando uma modalidade que era bem simples porém técnica chamada Freestyle. Ele levou o skate a um nível técnico que ninguém jamais fez igual. Todas as manobras que vimos no vídeo foram criações dele. Ele levou o ollie, manobra de saltar que era das rampas pro solo, ele que criou os flips, hellflips, impossibles. Ele foi o pai do skate de rua que a gente conhece hoje.
Rodney ficou milionário com o skate, famoso, dono de marca de shape e rodinhas de skate. Patrocinado por grandes marcas e certo dia estava dando uma entrevista para uma revista famosa quando o reporte lhe perguntou o que ele sentia em ser um dos ícones mundiais do skate de todos os tempos e ele respondeu pra surpresa de todos que tudo que ele fez pelo skate não tinha valido a pena. Que ele tinha criado todas aquelas manobras não pra levar a um nível alto de dificuldade o skate mas era pra ele mesmo, pra suprir algo nele e que tinha percebido que tinha sido tudo em vão.

Consigo perceber na resposta do Mullen algo parecido com o que Salomão nos fala em Eclesiastes sobre correr atrás do vento.

Eclesiastes 2:10-11 diz: Não me neguei nada que os meus olhos desejaram; não me recusei a dar prazer algum ao meu coração. Na verdade, eu me alegrei em todo o meu trabalho; essa foi a recompensa de todo o meu esforço. Contudo, quando avaliei tudo que as minhas mãos haviam feito e o trabalho que eu tanto me esforçara para realizar, percebi que tudo foi inútil, foi correr atrás do vento; não há nenhum proveito no que se faz debaixo do sol.


Não há problema em amar o skate e buscar perfeição nisso, surfar e querer se o melhor, querer ser um grande profissional, um grande escritor, uma grande artista. Nada de errado com a busca por perfeição. O problema se encontra em nós mesmos, na leitura que fazemos das coisas que nos relacionamos e vivemos.

Nada que é criação, nada que foi criado pode nos trazer uma satisfação plena. Poderá sim trazer uma satisfação por um período de tempo que pode muitas vezes ser parte da nossa vida. Porém, um dia, nos encontramos com a insatisfação e com o vazio que algo criado não pode suprir.

E a pergunta é: - Porque me sinto tão vazio?

- Homem independente

- Fama e fortuna

Muito do que o mundo atual busca é prazer, felicidade e saber. Tudo isso ignorando a pessoa de Deus, do Criador.

A única coisa que pode aplacar o vazio que existe em nossa alma, em nosso coração de uma vez por todas é o Criador de tudo. Nada que foi criado tem esse poder e essa função. Nós é que perdemos o foco de onde deve partir nossa relação com a vida. Nossa relação com a vida deve iniciar a partir de Deus, do Criador. Quando isso não acontece algo sempre vai ficar faltando.

Somos criação de Deus e só conseguimos nos sentir completo quando entendemos que existe uma relação a ser vivida com Ele a partir de Jesus.


Onde encontro Deus?

Somos seres racionais e queremos ter o entendimento sobre tudo que faz parte da nossa vida. A partir do momento que entendemos o surf começamos a dominar o surfe. A partir do momento que aprendo manobras de skate começo a dominar o skate. Quando começo a entender a minha profissão começo a dominar minha profissão.

Mas quando começamos a namorar alguém, nós queremos saber mais sobre a pessoa pra que? Pra amar, se relacionar ou pra dominar?

Se a mente humana pudesse provar Deus, Ele não seria maior que a mente que o provou

O que nos aproxima de Deus é a fé


Deus fala?


A partir de uma fé, de um desejo verdadeiro do nosso coração de caminhar e se relacionar com Ele, Deus falará sim ao nosso coração. Ele nos dará sensibilidade para perceber Seu direcionamento, Sua vontade, Seus projetos para nossa vida.

Deus fala pela natureza

Deus fala pela nossa consciência

Deus fala pelas escrituras


Conclusão:

Que você possa sair daqui hoje percebendo que o vazio que você sente no seu coração tem haver com a sede de Deus que sua vida está sentindo.
Busque verdadeiramente ter um relacionamento com Deus e toda a sua vida terá um sentido muito mais completo, mais abundante.

Um comentário:

Roger Costa disse...

Wouu..mt bom o post..
bom trabalho msmo,vamos mostrar q ser cristao nao eh careta,q ninguem precisa deixar d ser skatista ou surfista para ser crente.
Afinal foi Deus qm criou tudo isso..Mas,sabemos q sem ele realmente toda essa busca por felicidade nunca terminará.
Jesus é o caminho e a soluçao!
god bless you!

Se liga nas notícias