segunda-feira, 1 de junho de 2009

Uma esperança no fim do tubo.


Por Carlos Bezerra

"E eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos"
Mateus 28:20


Quem é surfista certamente se lembra da primeira vez de tomou a decisão de começar a surfar. Lembra dessa época e de todos os sonhos que pairavam em sua mente, em sua vida. Provavelmente iniciou o consumo de revistas de surfe, comprou uma prancha para iniciar sua aventura.
Deve se lembrar dos sonhos em ser um surfista “perfeito”, um cara que faz tudo o que a mente deseja na onda com sua prancha. Sonhos é que não faltam quando a gente está iniciando a surfar. Nossa mente parece que se desenvolve mais rápido que o corpo e nela tudo funciona perfeito. Quando nos deparamos com a realidade, com o mar, ai começam os desafios. Primeiro entrar e enfrentar a arrebentação. Pode demorar varias idas à praia até você conquistar seu lugar lá dentro. Depois vem o desafio de ficar em pé e de descer as primeiras ondas. Em meio a tudo isso vem muitos caldos e o que vai fazer você continuar surfando será a esperança que um dia você consiga ser um cara que surfa bem.

Em algum lugar na nossa história tivemos o nosso verdadeiro encontro com Deus. Eu digo verdadeiro porque esse encontro não vem por eu ou você termos nascido num lar cristão, num lar onde existe uma caminhada cristã.
Isso pode ser maravilhoso porque você nascer num lar cristão traz a possibilidade de você crescer em um ambiente onde os valores serão os valos do Reino de Deus. Mas também esse nascer em um lar cristão não garante que você terá uma caminhada com Deus. Isso só acontecerá quando você tiver uma experiência com Deus.

Esse encontro verdadeiro para muitos vem no fato de um dia ter levantado a mão e dito em uma igreja que deseja ter Jesus como seu Senhor e Salvador. Enfim, em algum momento de sua vida você iniciou sua caminhada cristã, sua caminhada com Deus.

Você é inserido em uma comunidade e inicia um processo onde você irá confrontar valores que você possuía com os valores da nova vida que você se propôs a viver.
Assim como no surfe, temos a idéia que iremos aprender tudo de forma rápida e que logo, logo estaremos perfeitos assim como Jesus é. Temos a impressão que nós seremos igual a Cristo e mesmo que nossos professores de base cristã nos diga que nunca seremos igual a Cristo ficamos com a idéia que conseguiremos esse desafio.
Então colocamos em prática o que aprendemos e percebemos que não é tão fácil assim. Como no surfe, a arrebentação pega pesado conosco. Assim como no surfe a vida não “alisa” e somos jogados lá no fundo do mar. Passamos sustos, percebemos que não é tão fácil ser cristão. Muitas vezes vemos a morte de perto.
Assim como no surfe sonhamos no dia que seremos surfistas perfeitos, sonhamos em ser cristãos perfeitos. Travamos uma briga com nós mesmos. E o interessante é que não percebemos que o que Jesus espera de cada um de nós é um coração arrependido da vida que tínhamos no sentido de não perceber o amor de Deus por cada um de nós. O que Jesus deseja de nós é que a gente possa ter um coração que percebe que Ele nos basta. Que através de um relacionamento com Ele podemos construir uma vida melhor para nós mesmos e para quem está ao nosso redor.
Através de um relacionamento com Deus podemos trazer esperança a quem necessita de esperança. E quem necessita de esperança? Todos nós seres humanos. Através de uma atitude de coração podemos ser o Cristo na vida das pessoas e podemos trazer esperança para a nossa própria vida por meio de uma busca por um mundo melhor.
O surfista iniciante sonha com o dia onde será um grande surfista. Nós sonhamos com o dia onde a Glória de Deus estará ao nosso redor. Jesus dizia que o Reino de Deus está entre nós. Precisamos transformar nosso mundo para que o Reino possa aparecer aos olhos das pessoas que não conhecem a Deus. Precisamos levar o Reino a quem não conhece e a nossa esperança está em que um dia viveremos esse Reino de forma plena. Essa é nossa esperança.
Mas o convite é a não ficar parado esperando que a Glória e que o Reino chegue até nós.
Precisamos levar o Reino de Deus a quem necessita. O surfista iniciante não pode ficar esperando que um dia seja um grande surfista se ele ficar em casa somente assistindo DVD´s de surfe. Ele tem que ir pro mar, tem que se frustrar. Tem que se sentir limitado. Quando nos sentimos assim, quando percebemos nossa limitação, é ai que começamos a crescer como pessoas. É ai que começamos a ter um progresso na nossa caminhada. Quando nos encaramos como somos. Com limites e frustrações. Temos que encarar o mar, temos que encarar a vida.

Precisamos vivenciar tudo que aprendemos até que possamos ser um grande surfista.

Precisamos vivenciar nosso presente, precisamos viver nossa vida com um compromisso com Cristo inserido em nossa sociedade para que um dia possamos presenciar e viver a Glória de Deus.

A Glória de Deus que um dia será revelada a todos os que se dizem seguidores de Jesus.

6 comentários:

Seu Brother Teu ;) disse...

Oh meu irmão, deixa eu dar uma brado de Aleluia e Glória a Deus. ^^
A paz do Senhor meu brother...
Que benção estas palavras... e pra quem é da tribo do surf, nossa!

Posso postar em meu blog?!

Abração irmaozinho... estou num período de frustrações e de novos sonhos em Cristo! Tanto com os perdidos como os falsos filhos. E cah pra nós, dói mais pela parte dos nossos irmãos que não levam Deus a sério =/
Mas é isso ae, aleluia, vencendo vem Jesus! ^^"

Flwww manowww teh mais!

Carlos Bezerra disse...

Pode postar sim meu brother.
vamos em frente!
Boas Ondas! =]

Lívia Leite disse...

Oi, Carlos. Cheguei ao seu artigo por meio do site da Editora Ultimato. Parabéns pelo texto e pelo blog. Os jovens precisam de alguém que esteja em sintonia com eles para que possam ter o conhecimento da maravilha que é desfrutar de uma vida cristã.

Jesus abençoe seu trabalho.

Abraço,

Lívia Leite
www.pequenamissionaria.blogspot.com

Carlos Bezerra disse...

Obrigado pelo carinho Lívia.
Que possamos, todos juntos, ser um reflexo de Cristo na vida das pessoas que ainda não se permitiram conhecê-Lo.
Grande abraço,
Que Deus abençoe seu ministério.
Carlos Bezerra

Wendel Cavalcante disse...

Oi, Carlos!
Vi esse texto lá na Ultimato Online.
Muito bom mesmo!
Também gostei do que vi no Blog!
Vamos em frente!
Abração e fica na PaZ de JAH!

Carlos Bezerra disse...

Oi Wendel!
Que bom lhe ter por aqui meu amigo!. Obrigado pelo carimjo. Estive visitando seu blog e também fiquei muito instigado com o que vi por lá. Muito bom ver que há uma galera crsitã que está refletindo juntos e buscando um mundo melhor onde Cristo possa ser visto na vida de quem busca caminhar com Ele.
Valeu meu amigo e vamos em frente! =]
abração

Se liga nas notícias