sábado, 7 de maio de 2011

Cuidando dos pequenos


Fala Galera,

Fazemos parte de uma comunidade que é alucinante, a comunidade do surf. Em todo o mundo temos expressão de surfistas que buscam marcar presença nos outsiders da vida.

Independente da prancha, o verdadeiro surfista, o cara que desliza e voa nas ondas, precisa entender que sua expressão tem que estar dentro e também fora d água.

O verdadeiro surfista, o cara que possui o soul surf, a alma do surf, entende que sua responsabilidade é muito maior do que o seu rip.

O verdadeiro surfista tem uma preocupação que vai além dele mesmo. Ele se preocupa com as bases, com a molecada que está começando no esporte.

Essa molecada, muitas vezes, fazem parte de comunidades com poucos recursos e olham para o surf como uma forma de integração social.

Muitas vezes, essa molecada só quer brincar e se divertir com o esporte. É responsabilidade de todo surfista olhar para eles e cuidar para que possam encontrar condições de se desenvolver e de conquistar seus sonhos.

Muitas marcas e surfistas entendem essa responsabilidade que é de todos nós. Temos sim responsabilidade pelas futuras gerações. O futuro delas depende de mim e de você. Não adianta ficarmos no outside nos queixando de que a molecada nos rabeia e coisas do tipo.

É nossa responsabilidade cuidar dos pequenos. Um esporte que não investe nas bases é um esporte fraco, frágil e que está fadado a estagnar. Se quisermos que nosso estilo de vida se propague de forma saudável, precisamos investir no futuro.

Às vezes, achamos que a responsabilidade é dos outros, mas ela é de todos nós.

Na Bíblia, a palavra do Criador das Ondas, diz assim: “Meus irmãos, que adianta alguém dizer que tem fé se ela não vier acompanhada de ações? Será que essa fé pode salvá-lo? Por exemplo, pode haver irmãos e irmãs que precisam de roupa e que não têm nada para comer. Se vocês não lhes dão o que eles precisam para viver, não adianta nada dizer: “Que Deus os abençoe! Vistam agasalhos e comam bem”. Portanto, a fé é assim: Se não vier acompanhada de ações é coisa morta.” (Tiago 2: 14-17)

Felizmente algumas marcas e lojas surfwear do nosso estado possuem essa consciência. Podemos vê-las agindo em direção a comunidades carentes, jovens em grupo de risco, campanhas de consciência ecológica, investimento no surf de base e ações de integração social.

Que possamos trazer essa responsabilidade para cada um de nós e assim, como surfistas conscientes da nossa missão, contribuir para que nosso estilo de vida seja cada vez mais alucinante.

Boas Ondas

2 comentários:

Adolfo Lindemberg disse...

Parabéns Carlinhos pelo blog e pelo texto que traduz a necessidade de se aliar as palavras, a fé e a ação.
Que bom sería se todos fossem e agissem como você.
Coloco-me a disposição a ajuda-lo quando for necessário.
Um Grande Abraço do Amigo,
Lindemberg

Davy Barreto disse...

"Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus." 1Co10.31
Meu querido, isso foi o que veio em minha mente quando li seu post. Cara, que Deus continue te abençoando grandiosamente. Que seu ministério seja benção para essa juventude.

Se liga nas notícias